Diretrizes e Estratégias para a Modernização de Coleções Biológicas Brasileiras e a Consolidação de Sistemas Integrados de informação sobre Biodiversidade

Coleções Biológicas, incluindo as coleções de história natural (museus e herbários) e coleções vivas (coleções microbianas, bancos de células-humanas, vegetais e animais, bancos de germoplasma, e bancos material sub-celular) compõem a infra-estrutura básica de suporte para o desenvolvimento científico e a inovação tecnológica nas áreas de saúde, agricultura, meio ambiente e indústria. No entanto, a base de conhecimento sobre a biodiversidade brasileira é incipiente e desagregada. Estima-se que existem cerca de 2,5 a 3 bilhões de amostras depositadas em coleções biológicas internacionais. Deste montante, os acervos brasileiros contribuem com cerca de 30 milhões de amostras, o que corresponde a 1% do total, o que é muito pouco representativo, levando-se em conta a dimensão da nossa biodiversidade.

O objetivo central do projeto foi estabelecer um plano estratégico para a consolidação de uma rede integrada de coleções biológicas no Brasil. Teve-se como objetivos específicos:

Para acompanhar e avaliar a evolução dos trabalhos, estabeleceu-se um grupo de coordenação composto por um membro do MCT (Ione Egler), um membro do CGEE (Márcio de Miranda Santos), um membro do Cria (Vanderlei Perez Canhos), representantes da Sociedade Botânica do Brasil, da Sociedade Brasileira de Microbiologia e da Sociedade Brasileira de Zoologia (respectivamente Ariane Luna Peixoto, Rosana Filomena Vazoller e Luciane Marinoni) e uma especialista em sistemas de informação (Dora Ann Lange Canhos).

Visando subsidiar o processo de discussão dos diferentes temas, foram produzidos 29 documentos e notas técnicas que envolveram diretamente 67 especialistas das áreas de botânica, zoologia, microbiologia e tecnologia de informação e de comunicação. As versões preliminares dos documentos foram disponibilizadas on-line como contribuição para uma reunião preparatória no CGEE realizada em junho de 2005. Os documentos revisados foram apresentados e discutidos em um workshop realizado em julho de 2005, que contou com cerca de 80 participantes, incluindo especialistas do exterior.

Estratégia

Diretrizes e estratégias para a modernização de coleções biológicas brasileiras e a consolidação de sistemas integrados de informação sobre biodiversidade (Março, 2006)
Vanderlei Perez Canhos (coordenação)
Ariane Luna Peixoto (botânica)
Luciane Marinoni (zoologia)
Rosana Filomena Vazoller (microbiologia)
Dora Ann Lange Canhos (informação)

Documentos de Apoio

Botânica

Zoologia

Microbiologia

Diretrizes e estratégias para a melhoria das coleções microbiológicas brasileiras, tendo como meta a implantação e consolidação da Rede Brasileira de Centros de Recursos Biológicos no horizonte de 10 anos (Fevereiro, 2006)
Vanderlei Perez Canhos (CRIA)
Rosana Filomena Vazoller (SBM)
Reinaldo Dias Ferraz de Souza (MCT)

Informação

Apoio:

Organização: